A forte chuva que atingiu especialmente a zona norte de São Paulo neste domingo (1°) deixou estragos na capital paulista. Na rua Atlântico Meridional, na Vila Roque, Zona Norte, o muro da Escola Estadual Yolando Mallozzi caiu sobre diversos carros estacionados. O governo estadual foi procurado, mas não respondeu à reportagem.  

Segundo o Corpo de Bombeiros, no período das 00h desta segunda-feira (2) até 7h51, foram registrados três chamados para queda de árvores (Guarulhos, Tremembé), sem vítimas.  Não houve chamados para desabamentos, desmoronamentos ou enchentes.

Os bombeiros continuam as buscas por um homem que teria se afogado em um córrego em Ermelino Matarazzo, no último dia 27, por volta de 16h. “Uma equipe se dirigindo à região da ocorrência para que retomem as buscas”, informou o Corpo de Bombeiros.

Previsão do tempo

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura de São Paulo, as primeiras horas da manhã de segunda-feira (2) seguem com céu encoberto e temperatura amena. A temperatura média na cidade é de 16 graus Celsius (ºC). Não há registro de chuva em toda região metropolitana de São Paulo. Há expectativa apenas para chuviscos isolados e intermitentes no decorrer do dia.

Para os próximos dias, apesar de o sistema frontal se afastar do litoral paulista e o tempo melhorar, os ventos úmidos do oceano ainda devem causar muita nebulosidade e chuviscos no início da próxima semana. Na terça-feira (3) deve haver sol entre nuvens e temperaturas em gradativa elevação no decorrer do dia, com mínimas de 16°C e máximas de 28°C. No final da tarde a nebulosidade volta a aumentar com a chegada da brisa marítima, sem previsão de chuvas significativas para a região metropolitana.

Fonte: Agência Brasil-EBC