O ex-ministro Geddel Vieira Lima - José Cruz/Arquivo/Agência Brasil

O ex-ministro Geddel Vieira Lima permaneceu em silêncio hoje (31), durante depoimento no Supremo Tribunal Federal (STF) na ação penal sobre os R$ 51 milhões em espécie encontrados em um apartamento em Salvador.

O irmão de Geddel, deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA), também permaneceu calado e usou o direito constitucional de não produzir provas contra ele mesmo.

O caso está relacionado aos R$ 51 milhões em espécie encontrados no apartamento de um amigo de Geddel. Ele está preso preventivamente desde 8 setembro do ano passado, três dias após o dinheiro ser encontrado.

A denúncia foi apresentada pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em dezembro do ano passado. Na época, Raquel disse que a quantia milionária encontrada no apartamento era a maior apreensão de dinheiro vivo da história do Ministério Público Federal (MPF).

De acordo com a defesa de Geddel, a origem dos R$ 51 milhões decorre da “simples guarda de valores em espécie”. O valor seria fruto de “investimentos no mercado de incorporação imobiliária, com dinheiro vivo”.

Edição: Nádia Franco
Fonte: Agência Brasil-EBC

MANTENHA-SE INFORMADO COM O JORNAL EXPRESSO REGIONAL

O seu Jornal, tudo que acontece na Grande São Paulo, no Brasil e no mundo. 
Principais manchetes do dia e notícias das cidades de Barueri, Osasco, Carapicuíba,
Jandira, Itapevi, Santana de Parnaíba, Cotia, Pirapora do Bom Jesus e muitas outras
cidades da Grande São Paulo.
jornal, expresso, regional, jornal expresso, jandira, barueri, itapevi, osasco, 
santana de parnaiba, carapicuiba, são paulo, grande, cotia, pirapora, noticia, 
noticias, cidade, cidades, brasil, mundo, informado, jesus, Geddel Vieira Lima,
irmão, geddel, calado, stf, ministro, milhões, salvador

COMENTAR

Por favor comente aqui
Por favor informe seu nome