O Hamas anunciou nesta sexta-feira (20) a libertação de uma mulher norte-americana e sua filha, sequestradas desde o ataque de 7 de outubro.

O porta-voz do movimento islâmico disse, em comunicado, que as duas reféns foram libertadas “por razões humanitárias”, após a mediação do Catar.

*Com informações da RTP

Fonte: Agência Brasil-EBC