O fugitivo Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi preso nesta segunda-feira (28) em Goiás após 20 dias de buscas com mais de 270 policiais.

A informação foi divulgada pelo governador Ronaldo Caiado através das redes sociais. “Era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do país, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente. Goiás não é Disneylândia de bandido”, escreveu.

O fugitivo estava sendo procurado por diversos crimes cometidos tanto em Goiás como na Bahia, como estupros e assassinatos. Ele também é acusado de ter invadido uma propriedade e matado quatro pessoas da mesma família em Ceilândia (DF).

Buscas

As buscas pelo criminoso começaram no início do mês, em 9 de junho, após o crime cometido no Distrito Federal. Segundo informações do portal G1, Lázaro roubou um carro e foi até Cocalzinho de Goiás, que fica a 80 km de distância.

Desde então houve uma megaoperação realizada pela força-tarefa policial pelas matas do local para encontrar o criminoso.

Mais de 270 policiais participaram da perseguição que contou com cães farejadores, helicópteros, drones, rádios comunicadores e um caminhão com uma plataforma de observação elevada de videomonitoramento.

Durante a fuga, Lázaro teria invadido cerca de 11 fazendas e baleou moradores, dois policiais militares e um oficial da Força Aérea Brasileira (FAB), ainda conforme o portal.

Uma família foi feita refém em uma dessas fazendas e obrigada a andar em um córrego para não deixar rastros.