Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Atleta brasileiro também se tornou o atleta mais experiente a ganhar o ouro em um mundial. Dia ainda teve mais dois bronzes para o Brasil.

Nicholas Santos é, novamente, campeão Mundial de natação. Aos 38 anos, o atleta da seleção brasileira conquistou, neste sábado (15), no Centro Olímpico de Hangzhou, na China, o bicampeonato dos 50m borboleta. Nicholas também fez parte do revezamento 4x50m medley que conquistou a medalha de bronze neste sábado. Bronze também para Brandonn Almeida nos 400m medley. O dia também teve dois recordes sul-americanos para nadadoras brasileiras.

Recordista mundial dos 50m borboleta em piscina curta, Nicholas Santos chegou como um dos favoritos ao título da prova. Ele, que havia acabado de ajudar o revezamento 4x50m medley do Brasil a conquistar a medalha de bronze, voltou para a piscina minutos depois para confirmar seu nome no lugar mais alto do pódio com o tempo de 21s81. Aos 38 anos, Nicholas Santos é o atleta mais velho a conquistar medalhas em Campeonatos Mundiais.

“Estou muito feliz. Confesso que estava um pouco preocupado, por conta da disputa do revezamento e todo protocolo que exige, mas consegui dar meu melhor e saí com mais uma medalha de ouro para o Brasil. Com 38 anos, nadei essas duas provas quase uma hora. Isso me deixa bastante contente”, disse.

O revezamento 4x50m medley garantiu sua classificação para a final com o melhor tempo das eliminatórias: 1m32s18. Da primeira formação (Guilherme Guido, Felipe Lima, Matheus Santana e Cesar Cielo), apenas Santana foi substituído por Nicholas Santos.

Na disputa pela medalha, a equipe de atletas experientes da seleção brasileira mostrou que ainda pode dar muito trabalho às outras equipes. Guilherme Guido, Felipe Lima, Nicholas Santos e Cesar Cielo, todos com mais de 30 anos e inúmeras conquistas na carreira, garantiram mais uma medalha de bronze para o Brasil: 1m31s49.

“Medalha importante para o time, que é um time de veteranos, e mostra que podemos chegar bem em Tóquio. Importante para mim também. Bati na trave duas vezes nos 50m e nos 100m costas, mas desta vez deu tudo certo e saímos com a medalha para o Brasil”, falou Guilherme Guido.

Nos 400m medley, Brandonn Almeida garantiu uma vaga na final com o segundo tempo (4m04s58). Na raia 5, o atleta da seleção seleção brasileira viu o japonês Daiya Seto disparar na frente. Ele, porém, que ficou um pouco atrás nos primeiros 200m metros, se recuperou para finalizar a prova com o tempo de 4m03s71 e garantir mais uma medalha para o Brasil.

“Sabia que o Seto está um pouco à frente dos demais, mas hoje vim para a piscina querendo muito esta medalha. Tinha que colocar todas as minhas forças nesta prova e deu certo. Consegui um bronze que vale muito para mim”, explicou Brandonn.

Nas semifinais deste sábado (15), Daiene Dias e Etiene Medeiros foram os grandes destaques. As duas estabeleceram os novos recordes sul-americanos dos 100m borboleta (56s40) e 50m livre (23s82), respectivamente. Com os tempos, as duas garantiram vagas nas finais que serão disputadas na manhã deste domingo (16), no horário brasileiro. Felipe Lima (26s91) e João Gomes Júnior (25s94) estão na disputa por medalha dos 50m peito. Marcelo Chierighini terminou os 100m livre com o 12º tempo (46s93).

Nas eliminatórias, realizadas na noite de sexta-feira (14), no horário brasileiro, apenas o integrante do quarteto campeão e recordista mundial dos 4x200m livre Leonardo Santos não avançou à final nos 400m medley. Ele terminou com o 15º tempo (4m08s93).

Com as três conquistas deste sábado, o Brasil chega a cinco medalhas na competição: duas de ouro e três de bronze.

Revezamento 4x50m medley masculino

Brasil – Bronze – 1m31s49

50m borboleta masculino

Nicholas Santos – ouro – 21s81

400m medley masculino

Brandonn Almeida – bronze – 4m03s71

Leonardo Santos – 15º – 4m08s93

100m borboleta feminino

Daiene Dias – na final – 56s40

100m livre masculino

Marcelo Chierighini – 12º – 46s93

50m livre feminino

Etiene Medeiros – na final – 23s82

50m peito

João Gomes Júnior – na final – 25s94

Felipe Lima – na final – 26s91

Créditos: Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos

MANTENHA-SE INFORMADO COM O EXPRESSO

DICAS DE BELEZA     ACONTECIMENTOS    ESPORTES    ENTRETENIMENTO

O seu Jornal, tudo o que acontece no Brasil e no mundo e editoriais locais da 
Grande São Paulo, de Pernambuco e do Litoral Paranaense.
GRANDE SÃO PAULO - Principais manchetes do dia e notícias das cidades de Barueri, 
Osasco, Carapicuíba, Jandira, Itapevi, Santana de Parnaíba, Cotia, Pirapora do 
Bom Jesus e muitas outras cidades da Grande São Paulo.
PERNAMBUCO - Principais manchetes do dia e notícias das cidades de Recife, Olinda, 
Caruaru, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe, Paulista, Ipojuca, Cabo de Santo 
Agostinho, Petrolina, Juazeiro, Sirinhaem, Belo Jardim, Fernando de Noronha, 
Vitória de Santo Antão, Garanhuns, Gravatá, Igarassu, São Lourenço da Mata, 
Abreu e Lima, Santa Cruz do Capibaribe, Serra Talhada, Araripina, Carpina, Goiana, 
Arcoverde, Ouricuri, Escada, Pesqueira, Surubim, Palmares, Bezerros, Moreno
jornal, expresso, regional, jornal expresso, jandira, barueri, itapevi, osasco, 
santana de parnaiba, carapicuiba, são paulo, grande, cotia, pirapora, noticia, 
noticias, cidade, cidades, pernambuco, são paulo, jornal de jandira, cidade,
noticias da cidade, noticias de jandira, natação, noticias natação, ouro, medalha 
de ouro, brasil ganha ouro natação, medalha de ouro natação, revezamento natação,
recorde mundial, recorde natação, recorde, mundial, natação, nadador mais velho
vencer, brasileiro ouro natação, brasileiro medalha natação, mundial natação final,
nicholas santos ouro, brasil medalha natação, mundial piscina curta, nicholas,

COMENTAR

Por favor comente aqui
Por favor informe seu nome