“Acordamos hoje pela manhã, tomamos nosso café, preparamos nossas coisas, tiramos o avião do hangar e fomos fazer o que mais gostamos de fazer: voar. Mas, no meio do caminho, como em um piscar de olhos, você se foi, meu amigo”. Foi assim que Matheus Pasquotti começou o texto publicado na madrugada deste domingo (7) no Facebook em homenagem ao amigo, o piloto Benedito Fernando Ricci, que teve um infarto e morreu durante o voo que faziam juntos.

Em um bimotor, aeronave de pequeno porte, Matheus Pasquotti e Benedito Ricci partiram do Aeroporto Aero Agricola Fulanete, em Barreiras, na Bahia, com destino a Americana, em São Paulo. Segundo a Infraero, durante o voo, no entanto, por volta das 10h de ontem (6), a aeronave alterou o trajeto para Campo Grande e solicitou atendimento médico, pois o piloto estava passando mal.

O copiloto Pasquotti assumiu o comando e fez o pouso. “Antes mesmo do pouso, o piloto teve infarto e faleceu”, informa a Infraero, que acrescenta que não houve impactos operacionais.

“Me faltam palavras para descrever o que estou sentindo, descrever o que foram esses cinco anos voando juntos, bagunçando e dando muita risada! Agradeço a Deus por ter conhecido um cara como você, amigo, companheiro, um piloto dedicado e que amava voar!”, diz Pasquotti pela rede social.

De acordo com a Infraero, além do piloto e do copiloto, havia mais um passageiro na aeronave. Não houve impactos operacionais, segundo a empresa pública.

Edição: Nádia Franco

Fonte: Agência Brasil-EBC

MANTENHA-SE INFORMADO COM O EXPRESSO
DICAS DE BELEZA     ACONTECIMENTOS    ESPORTES    ENTRETENIMENTO

COMENTAR

Por favor comente aqui
Por favor informe seu nome