Vacinação drive-thru contra a covid-19 no Parque da Cidade, em Brasília.

 

Na tarde desta quinta-feira (4), a Prefeitura de Jandira emitiu um decreto que evita a fraude no momento da vacinação, visto que em alguns casos pelo Brasil, pessoas reclamaram de seringas vazias.
O decreto 4356 tem a finalidade de deixar transparente o momento da vacinação contra o coronavírus.
Conforme o decreto, após o responsável pela aplicação realizar a higienização das mãos, ele deverá checar a seringa que será administrada, e mostrar para a pessoa que será vacinada, ou para o acompanhante, o frasco com o nome do fabricante, o lote, e a data de validade.
Depois de apresentar o imunizante, o responsável por aplicar a vacina deverá, em frente do paciente ou acompanhante, aspirar o conteúdo da ampola através do lacre de borracha, até a marca que corresponde a uma dose, e mostrar a seringa que contém o conteúdo.
Depois de limpar a pele com algodão seco, a vacina será aplicada e sem dúvidas de que o imunizante foi inserido de forma correta.
O decreto já está em vigor e permitirá maior transparência a este momento tão importante.

COMENTAR

Por favor comente aqui
Por favor informe seu nome