Inauguracao da Estatua de Roberto Dinamite no Estadio Sao Januario em 28 de abril de 2022. Foto: Daniel RAMALHO/CRVG

Maior ídolo da história do Vasco, Roberto Dinamite faleceu neste domingo (8), às 10h50, aos 68 anos de idade. Tratando um câncer no intestino, o ex-jogador foi internado no último sábado (7) em um hospital do Rio de Janeiro após apresentar piora no quadro.

Ídolo do Vasco, ele disputou 1.110 jogos com a camisa cruzmaltina, foi o maior artilheiro do clube com 708 gols marcados e conquistou o Campeonato Brasileiro de 1974, além de cinco edições do Campeonato Carioca (1977, 1982, 1987, 1988 e 1992).

Nas redes sociais, a equipe de São Januário lamentou a morte de Roberto Dinamite, que foi presidente do clube entre os anos de 2008 e 2014: “É com o mais profundo pesar que o Vasco da Gama recebe a informação que o #MaiorDeTodos nos deixou neste domingo. Carlos Roberto de Oliveira, o Dinamite, dedicou 29 dos seus 68 anos ao clube como atleta e presidente. Te amaremos para sempre, Calu. Descanse em paz”.

Quem também se manifestou foi um dos grandes ídolos do Vasco, o ex-jogador Juninho Pernambucano: “Descanse em paz eterno gigante Roberto Dinamite. O futebol e todos nós te agradecemos por tudo. Você foi o maior de todos com a Cruz de Malta no peito. Muita a força para toda a família”.

Natural de Duque de Caxias, Carlos Roberto de Oliveira estreou no time profissional do Vasco em 1971, em uma partida contra do Bahia válida pelo Campeonato Brasileiro. Em 1992 ele deixou o futebol, mas no ano seguinte foi realizado um amistoso de despedida dos gramados entre Vasco e La Coruña (Espanha) no Maracanã.

Entre os feitos de sua vitoriosa carreira, Dinamite, que tinha o dom de balançar as redes adversárias, é o maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro (com 190 gols), é o maior artilheiro da história do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro (com 279 gols) e é o maior artilheiro da história de São Januário (com 184 gols).

Fonte: Agência Brasil-EBC.