A cada dia que passa aumenta o número de crianças com hipertensão, diabetes e níveis de colesterol alarmantes.

O que nossas crianças têm comido atualmente? O que se oferece como cardápio infantil num restaurante? O que bebês (0-2anos) estão comendo nos seus primeiros meses de alimentação complementar?

Vivemos em um mundo que crianças e bebês são incentivadas a todo momento a consumir alimentos ultraprocessados. Chocolates, engrossantes açucarados, papinhas industrializadas, Batata frita, salgadinhos, salsicha, nuggets, achocolatados, industrializados em geral.

Estamos vivendo uma inversão de valores em relação a alimentação infantil diante de tanta informação. Esses produtos não são alimentos para crianças, muito menos para bebês. Crianças e Bebês precisam de alimentos naturais produzidos de forma saudável! A mídia com suas propagandas, médicos e até professores estimulam o consumo de fórmulas ultrapassadas, industrializados e repassam mitos falidos.

Esse padrão de alimentação repleto de ultraprocessados também é uma violência, maus tratos. Garantir uma alimentação saudável e adequada para nossas crianças é um dever de nossa sociedade. A responsabilidade em relação à alimentação deve ser de toda a família. Mais do que dizer “Que mundo eu quero para o meu filho?”, vale refletir que “Filho deixarei para o mundo?” não somente nas questões de saúde, mas em todos os aspectos.

O melhor entretenimento para as crianças é aprender. E é importante que elas aprendam a comida natural preparada em casa, seja pela mãe ou avós, comida cheia de afetividade e amor. A construção do paladar voltado para alimentos saudáveis depende disso. Me pergunto quais serão os alimentos que as crianças de hoje vão ter no futuro? Produtos embalados, sem afeto algum! Produtos repletos de glutamato monossódico, altamente viciante e destruidor de cérebros em desenvolvimento.

Me preocupo com o futuro de nossas crianças porque vejo um presente muito repleto de doenças, que anteriormente só adultos apresentavam. Me preocupo porque olho para as crianças da minha vida e das minhas consultorias com uma desconexão enorme com o ato de se alimentar.

Por um mundo com mais amor e afeto ao nutrir nossas crianças!

Dra. Thaíssa Araújo
Consultora em Nutrição infantil.

COMENTAR

Por favor comente aqui
Por favor informe seu nome