Foto: Marcio Koch - Alunos da rede municipal de Santana de Parnaíba que alcançou marca histórica no IDEB

Município conseguiu pontuação de 6.6 no “Ensino Fundamental 1” e 5.7 no “Ensino Fundamental II”, a maior marca da história da cidade no IDEB. O salto, em relação à última avaliação, é o maior do estado de São Paulo.

Mais uma vez Santana de Parnaíba é destaque no Estado e desta vez na Educação. O último resultado do IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, órgão ligado ao governo estadual, divulgou que a cidade foi a que mais cresceu, em dados percentuais, na região metropolitana e no Estado em 2017, superando inclusive a meta estipulada pelo índice para o município.

De acordo com o IDEB, no Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano) a cidade subiu 0.9 pontos em comparação ao resultado de 2015. Já no Ensino Fundamental II (do 6º ao 9º ano) esse aumento foi de 1 ponto. Em percentual, o crescimento que a cidade teve nos últimos dois anos foi de 15,8% no Fundamental I e de 21,7% no Fundamental II. Levando em conta os últimos 7 anos (2011 a 2017) o aumento foi de 32% e 33,3% respectivamente, superando cidades que possuem orçamento na educação superiores ao orçamento de Santana de Parnaíba.

Das escolas de Santana de Parnaíba, 26 ultrapassaram a meta estipulada pelo IDEB. Os colégios Leda Caira (Fazendinha), Tom Jobim (Alphaville) e João Santana(Cento e Vinte) atingiram a maior nota no Ensino Fundamental I, e no Fundamental II destacam-se os colégios Tom Jobim, Juscelino Kubitschek(Cidade São Pedro) e Manoel Jacob (Ingaí). Com 8.2, o colégio Leda Caira foi o que teve a maior pontuação geral no município.

A avaliação da prefeitura de Santana de Parnaíba é que essa expressiva pontuação foi resultado dos investimentos realizados pela prefeitura na educação, que em apenas 5 anos inaugurou 8 colégios e ampliou três unidades educacionais, implantou curso de robótica e 5 pólos da Escola de Idiomas, além dos cursos Conect e Mind Lab, além de promover a entrega de uniformes, materiais didáticos e escolares, mais de 64 mil refeições diárias aos mais de 32 mil alunos que fazem parte da rede municipal de ensino. A cidade também conta com 04 escolas de Ensino Superior (Fatec, Unip, Univesp e Fasp), além de 02 escolas Técnicas nos bairros Centro (Etec Ermelinda) e Fazendinha (Etec Bartolomeu). Com estas ações a prefeitura tem como meta que até 2020 todos os alunos que concluírem o ensino médio tenham acesso ao ensino superior.

PRINCIPAIS INVESTIMENTOS DA PREFEITURA NA EDUCAÇÃO

Inauguração de 9 novos colégios em 5 anos –  Com as novas unidades nos bairros Cidade São Pedro (Ana Serra de Freitas e Bernardino Marques), Cento e Vinte (Cm Mariazinha Fernandes), Chácara Solar (João de Barro), Colinas da Anhanguera (Luiz Carlos Barbosa), Refúgio dos Bandeirantes (José Soares dos Santos-Sr. Deca), Jardim São Luís (Raio de Sol), Jardim Isaura (Adriano Teixeira) e Sítio do Morro (Georgina Nadalini) a prefeitura gerou cerca de 3 mil vagas para as crianças do município.

Implantação de 5 pólos da Escola de Idiomas – As unidades educacionais dos bairros Parque Santana (Aldônio Teixeira), Cento e Vinte (Carlos Alberto Siqueira), Jardim São Luís (Alba Bonilha), Cidade São Pedro (Bernardino Marques) e Colinas da Anhanguera (Padre Anacleto), são beneficiados com uma das 425 vagas disponíveis onde poderão aprender os idiomas de inglês, espanhol e mandarim.

Aulas de Robótica – Com o objetivo de inserir os alunos na era da informação, foi implantada as aulas de robótica na rede municipal, no qual o Colégio Sebastião Athayde, do bairro Surú, é o pioneiro na cidade a ministrar a atividade aos alunos do Ensino Fundamental 1 (1º ao 5º ano). Segundo a prefeitura, em breve a atividade será implementada em outras escolas.

Quebra cabeça nas escolas – Recentemente a prefeitura disponibilizou aos alunos da rede municipal, 26 mil quebra-cabeças, personalizados com imagens de construções históricas e eventos culturais que estimula no desenvolvimento cognitivo, além de melhorar na concentração, raciocínio lógico e coordenação motora.

Material escolar de qualidade – Os 32 mil alunos da rede receberam gratuitamente, no início do ano letivo, os kits de materiais didáticos e escolares.

 

CRÉDITOS: Secom Santana de Parnaíba


MANTENHA-SE INFORMADO COM O JORNAL EXPRESSO REGIONAL

COMENTAR

Por favor comente aqui
Por favor informe seu nome