Foto: Ivan Storti/SantosFC

Por: Agência SantosFC

O Santos FC não somou pontos na 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo (23), no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte-MG, o Peixe perdeu para o Cruzeiro por 2 a 1 e finalizou seu recorde sem sofrer gols com oito partidas seguidas. Com este resultado, o Alvinegro Praiano permanece com 32 pontos, na décima colocação do Nacional.

Sem sofrer gols até então há oito jogos, o Santos FC segurou a pressão inicial dos donos da casa e logo no primeiro susto nos mandantes tratou de abrir o marcador. Após receber de Alison na entrada da grande área, Carlos Sánchez levantou a bola pouco à frente da marca do pênalti e viu Gabriel deslocar Fábio com uma precisa cabeçada para marcar seu 13º gol na artilharia isolada do Brasileirão.

Após sair na frente do placar, o Peixe segurou a busca cruzeirense pelo empate com uma marcação precisa e ótimas defesas de Vanderlei na finalização de David e no rebote da trave depois da cabeçada de Murilo, aos 22 e 23 minutos, respectivamente.

O Peixe ainda teve a oportunidade de ampliar sua vantagem no primeiro tempo com Diego Pituca, Rodrygo e Gabriel. Aos 27, o meia aproveitou o rebote da zaga rival e arriscou da entrada da área. A bola passou por cima da meta de Fábio. Aos 35, Rodrygo cobrou falta e viu a bola desviar na barreira antes de tocar o travessão e ir para escanteio. Seis minutos depois, Gabriel recebeu de Sánchez e arriscou um chute forte defendido por Fábio.

No último minuto, Bruno Henrique recebeu lançamento de Victor Ferraz e disparou em velocidade pela direita. Depois de se livrar do marcador, o camisa 11 serviu Rodrygo na grande área e viu Fábio defender mais uma vez e salvar o Cruzeiro.

Na volta do intervalo, Sassá empatou para o time mineiro com menos de um minuto e tirou do Alvinegro Praiano a possibilidade de aumentar sua marca defensiva para nove jogos sem sofrer gols.

Sem se abater com o empate, a equipe comandada pelo técnico Cuca voltou a se lançar ao ataque e quase empatou com Gabriel em duas oportunidades. Aos 5 minutos, o camisa 10 saiu cara a cara com Fábio e sofreu um pisão no tornozelo no momento de finalizar. Apesar da falta clara, o pênalti não foi assinalado. Aos 13, o atacante finalizou duas vezes no mesmo lance, de perna esquerda e de cabeça, mas viu Fábio salvar seu clube mais uma vez.

O Peixe seguiu firme em busca da vitória e quase voltou à frente do placar aos 33 minutos. Após mais uma defesa de Fábio em um chute de Gabriel, a bola sobrou para Bruno Henrique, que cabeceou para fora. Apesar de criar muito, o Alvinegro Praiano sofreu a virada aos 37 minutos com Raniel.

Ainda aos 44 minutos, Victor Ferraz cobrou falta perigosa e viu Fábio salvar o Cruzeiro pela última vez na noite e determinar o placar em 2 a 1 para os mandantes.

O próximo compromisso do Santos FC será às 20 horas desta quinta-feira (23) diante do Vasco da Gama. O duelo, válido pela terceira rodada do Brasileirão, adiado no primeiro turno em função da Libertadores, será realizado no Estádio do Pacaembu ,em São Paulo.

Cruzeiro 2 x 1 Santos FC
Estádio: Mineirão, às 19 horas do dia 23 de setembro de 2018;
Árbitro: Braulio da Silva Machado-SC;
Auxiliares: Helton Nunes-SC e Neuza Ines Back-SC (FIFA);
Cartões amarelos: Victor Ferraz e Dodô (SFC); Murilo e Egídio (CRU);
Gols: Gabriel, aos 15 do 1ºT (SFC); Sassá, aos 1 do 2ºT, e Raniel, aos 37 do 2ºT (CRU);

Santos FC: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Robson Alves e Dodô; Alison (Yuri), Diego Pituca e Carlos Sánchez (Bryan Ruiz); Rodrygo, Gabriel e Bruno Henrique (Copete). Técnico: Cuca.

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Manoel, Murilo (Léo) e Egídio; Ariel Cabral, Éderson (Robinho) e Bruno Silva; Rafael Sobis (Sassá), Raniel e David. Técnico: Mano Menezes.

 

COMENTAR

Por favor comente aqui
Por favor informe seu nome