O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux negou hoje (29) pedido para barrar candidaturas de senadores que são réus em ações penais na Corte à presidência do Senado. A decisão foi tomada individualmente pelo ministro Fux devido ao período de recesso no STF.

O caso foi decidido em um mandado de segurança protocolado pelo senador eleito Eduardo Girão (PROS-CE). Na petição, o parlamentar argumentou que senadores que são réus não podem concorrer à presidência da Casa. A situação afrontaria os princípios constitucionais da probidade e da moralidade, segundo Girão. A eleição para o comando do Senado está prevista para a próxima sexta-feira (1º).

Na decisão, o ministro entendeu que a eleição da Mesa Diretora do Senado deve ser baseada nas normas internas da Casa, sem interferência do Judiciário. O regimento interno não estabelece a restrição.

Edição: Denise Griesinger

Fonte: Agência Brasil-EBC

MANTENHA-SE INFORMADO COM O EXPRESSO

DICAS DE BELEZA     ACONTECIMENTOS    ESPORTES    ENTRETENIMENTO

O seu Jornal, tudo o que acontece no Brasil e no mundo e editoriais locais da 
Grande São Paulo, de Pernambuco e do Litoral Paranaense.
GRANDE SÃO PAULO - Principais manchetes do dia e notícias das cidades de Barueri, 
Osasco, Carapicuíba, Jandira, Itapevi, Santana de Parnaíba, Cotia, Pirapora do 
Bom Jesus e muitas outras cidades da Grande São Paulo.
jornal, expresso, regional, jornal expresso, jandira, barueri, itapevi, osasco, 
santana de parnaiba, carapicuiba, são paulo, grande, cotia, pirapora, noticia, 
noticias, cidade, cidades,

COMENTAR

Por favor comente aqui
Por favor informe seu nome